Skip to Main content Skip to Navigation
Journal articles

Donde manda capital no manda guerrillero: estrategias enunciativas en los falsos refranes

Résumé : Neste trabalho analisamos as diferentes estratégias argumentativas que intervêm nos falsos provérbios, com base em exemplos em espanhol e francês. Este tipo de enunciados apresenta um interesse tanto linguístico quanto cultural, dado que é impossível compreendê-los se não se reconhece o provérbio de origem. As deformações e adaptações dos provérbios – muito frequentes na linguagem publicitária, por exemplo- constituem, na nossa opinião, uma prova evidente da vitalidade dos provérbios. Do ponto de vista enunciativo, os falsos provérbios são polifônicos, pelo fato de fazerem intervir, por um lado, o locutor do enunciado que contém o provérbio e, por outro lado, um enunciador coletivo que assume a responsabilidade enunciativa do provérbio de origem.
Document type :
Journal articles
Complete list of metadatas

https://hal.univ-reims.fr/hal-02507210
Contributor : Bu De Reims Champagne-Ardenne <>
Submitted on : Thursday, March 12, 2020 - 7:00:20 PM
Last modification on : Friday, June 19, 2020 - 6:27:52 PM

Links full text

Identifiers

Collections

Citation

Silvia Palma. Donde manda capital no manda guerrillero: estrategias enunciativas en los falsos refranes. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, 2011, 51 (1), pp.107-120. ⟨10.20396/cel.v51i1.8637222⟩. ⟨hal-02507210⟩

Share

Metrics

Record views

83